Skip to main content

Icônico personagem da Disney, Mickey Mouse caiu em domínio público nos EUA, mas lei aqui é diferente

Por Marcos de Oliveira

Talvez o mais célebre personagem de Walt Disney, Mickey Mouse passou a domínio público nos Estados Unidos, após 95 anos de sua primeira aparição. No Brasil, porém, isso só vai acontecer daqui a 18 anos, em 2042, explica o advogado Maurício Brum Esteves, especialista em propriedade intelectual.

Esteves afirma que há uma diferença entre obra audiovisual e personagem. A obra audiovisual Steamboat Willie, primeira aparição de Mickey, entrou em domínio público no Brasil em 1999 – 70 anos a partir do ano seguinte à sua divulgação.

Mas o personagem em si só entrará em domínio público a partir de 70 anos do ano seguinte à morte do último coautor do personagem – no caso, Ub Iwerks, que faleceu em 1971. Walt Disney morreu em 1966.

Nos Estados Unidos, a legislação é diferente, e por isso o personagem já pode ser utilizado por qualquer um sem restrições. Mas não é qualquer versão do desenho que está em domínio público: apenas a versão do personagem do curta Steamboat Willie está disponível sem custos ou autorizações.

Alguns filmes já foram anunciados utilizando Mickey Mouse, com os estúdios dando preferência a obras de suspense ou terror. Também um jogo de terror de sobrevivência será lançado.

A perda dos direitos autorais sobre Mickey Mouse nos Estados Unidos deveria ter ocorrido em 1984. Mas o Congresso norte-americano estendeu o prazo por 20 anos. Após esse tempo, nova prorrogação – que durou até o final de 2023.

A lei de direitos autorais dos EUA agora diz que os direitos dos personagens podem ser mantidos por 95 anos. Foi tamanho o empenho da Disney para que o personagem não caísse em domínio público que a legislação passou a ser chamada de “Lei de proteção do Mickey Mouse”.

A Disney ainda detém a marca registrada do Mickey como mascote corporativo. Além disso, já divulgou que estará alerta para que apenas a versão de 1928 seja utilizada. “É claro que continuaremos a proteger nossos direitos nas versões mais modernas do Mickey Mouse e em outras obras que permanecem sujeitas a direitos autorais”, afirmou comunicado da empresa.

Fonte Monitor Mercantil

Silveiro
Olá! Deixe sua mensagem, que logo vamos responder.